Fenty Beauty Pro Filt’r Concealer

Uma pessoa deixa-se apanhar nas modas e nas novidades e acaba por voltar para casa com coisas que não planeou comprar. Mais conteúdo para vocês!
Agora a pergunta: para mim, valeu a pena? É só ver o vídeo para ficarem a saber.

Em loja, em Portugal, este corrector é um exclusivo Sephora.

fiz um “swap” com uma subscritora!

Quando se consegue estabelecer uma ligação única com alguém que nunca vimos, isso é sinal de que é uma época bastante curiosa para se estar vivo…
Já me aconteceu algumas vezes, maioritariamente por causa da dança, mas também, sim, por causa de maquilhagem.
Hoje trago-vos um desencaixotamento (desculpem, não aguento) de uma troca de prendas que fiz com uma subscritora do meu canal, que vive nos Estados Unidos.
Não há palavrinhas para a felicidade que sinto de cada vez que alguém vê os meus vídeos, deixa um comentário, um like. Mas hoje, este vídeo é em especial um hino à Barbara, que fez bem mais do que isso.
Espero que este vídeo vos deixe com um bocadinho mais de esperança na humanidade, à semelhança do que tenho vivido nestes 6 meses de conversa com uma pessoa do outro lado do mundo.

Cliquem para lista de produtos

ajudantes da tretinoína

Há 3 ingredientes super-heróis nos tratamentos de pele anti-idade: Péptidos, Vitamina C, e a mãe de todos os super-heróis: a Tretinoína (acompanhada de perto pelo retinol, retinóides e quejandos derivados da Vitamina A). É também frequentemente chamada ao salvamento em casos de acne.

Muitos usam produtos com retinol ou retinóides, que são formulados com percentagens baixas, derivados, e/ou com outros ingredientes que servem para “almofadar” os efeitos secundários mais agressivos.
Mas, quando se salta para fórmulas mais fortes ou para a tretinoína tópica (mais conhecida pelo seu nome comercial, Retin-A), não há como fugir aos efeitos secundários. Há como… abafá-los…
Na louca demanda da luta contra os efeitos do tempo na pele, há um método para a loucura e quero aqui partilhar o que tenho aprendido

Neste vídeo, falo dos produtos que encontrei que ajudam a minha pele a manter-se o mais calma, suavizada e equilibrada possível.

Neste post também incluí algumas dicas e informações relevantes, e ressalvo que voltarei a este post se encontrar mais informação.
Aconselho vivamente a que acompanhem o blog da Caroline Hirons: a fenomenal enciclopédia da pele ambulante que é esta mulher está a preparar um post (e quiçá vídeo) acerca deste assunto e ela é muito mais habilitada a falar deste tema do que eu.

Clica para ler mais e para a lista de produtos

tutorial: castanho e dourado

porque os vossos desejos são ordens, aqui deixo uma resposta a um pedido — apesar de ser daquelas combinações clássicas que proliferam na internet desde que a internet é internet e que tenho quase a certeza de que existem no arsenal de qualquer pessoa que tenha maquilhagem: castanho e dourado.

tentei basear-me num look que a Samantha Ravndahl criou para a passagem de ano, mas, como boa naba que sou, fiz a “tira” dourada demasiado larga e acabou por ficar um spotlight eye igual a outro qualquer. não façam como eu, façam uma tira muito fininha de dourado no centro…

clica para a lista de produtos

favoritos 2018: pele e cabelo

Tanta coisa boa no mercado, mas estes foram os produtos que me mereceram uma menção mais aprofundada, neste balanço de fim de ano. muitos velhos clássicos ficaram de fora para evitar um vídeo de 10 horas, mas continuam cá, no meu coração (e no armário da casa de banho).

felizes (re)começos, pessoas!

clica para a lista de produtos e links

rotina de rosto com coisas novas — Hourglass

chego até vós com o nariz ainda todo entupido e um tutorial/análise de alguns produtos novos que adquiri recentemente e (spoiler já a seguir) dos quais não me consigo fartar. sendo marcas de alto investimento, preferi aplicá-los num vídeo, para verem de perto como resultam em mim e poderem avaliar se vos interessam.

clicar para lista de produtos e links

batons mate para o inverno

quando o tempo vira para estes frios, ando sempre algures entre um bálsamo de lábios ou gloss, ou um batom mate mais escuro. com os meus horários e tipo de lábios, por muito que os adore, os batons líquidos de longa duração não duram assim tanto sem começarem a ficar com um ar meio desgraçado, seco (quando não a pelar) e são difíceis de reaplicar sem empastarem, além de que, se os usar vários dias seguidos, fico com uma passa em vez de lábios. por perfeitos que sejam (na minha vida) para eventos de duração mais curta pelo seu alto impacto e por não transferirem, no dia-a-dia prefiro o toquezinho de hidratação extra de um batom mate normal, que é mais fácil de reaplicar.

os batons mate que menciono hoje não me deixam a pele da boca seca, são super confortáveis mesmo durante várias horas, não se esvaem pelas linhas dos lábios e são fáceis de reaplicar. a sua maior desvantagem é que, obviamente, transferem para tudo aquilo que os lábios toquem… podem ser usados como blush (e escusamos de andar à procura de coisas que “combinem”) e, se não gostarem do ligeiro brilho hidratado, é só gentilmente “morder” um pedaço de papel.

clica para a lista de produtos