The Ordinary Serum Foundation — Up Close and Poresonal

Esta base tem sido um fenómeno. Lançada pela genial The Ordinary — que pertence à Deciem —, devido ao preço muito baixo (menos de 7€) e enorme variedade de cores, tem tido uma procura doida e stocks constantemente esgotados. Se querem muito uma destas, encomendem-na sabendo que vão ter de esperar…

Esta base vem em dois acabamentos: Serum (cobertura mais leve, acabamento mais lustroso) e Coverage (cobertura mais alta e acabamento semi-mate).
Não há cá promessas vãs de uma duração maior do que um casamento de Hollywood, nem impressionantes “por centos de mulheres que se sentem mais poderosas”, rugas alisadas, borbulhas desaparecidas, nem embalagens cheias de brilhezas, nem quejandas mariquices. E a minha pessoa quase suspira de alívio. É só uma base.
Eu ainda só recebi a Serum e é dessa que falo hoje neste vídeo.

Onde comprar:
Eu tenho comprado tudo o que é The Ordinary via Victoria Health, e, tanto quanto sei, é a única loja online na Europa a ter a gama de bases — se bem que em backorder: ao fazer a encomenda, ficamos em lista de espera. O produto é enviado mal o tenham em stock e só nesse momento é retirado o valor referente da nossa conta.
Sites como a Cult Beauty, Beauty Bay e Look Fantastic, bem como a loja SkinLife em Lisboa, têm apenas os produtos de pele. A Beautylish às vezes tem a gama de bases, mas não na altura em que escrevo este post (os preços da Beautylish incluem uma pequena taxa que depois reverte para pagamento de alfândega, e as encomendas vêm ter a nossa casa, sem confusões).
O site da marca também tem (obviamente) as bases, mas não se consegue perceber se o envio é feito a partir dos Estados Unidos, o que ia encarecer estupidamente a compra com taxas de desalfandegamento.

Uma das dúvidas que mais me têm posto é como escolher a cor.
Escolher cor de base pela internet é sempre um pincel, e a The Ordinary Colors oferece 21 cores — Toma lá, La Prairie!
A marca subdividiu as cores: 1 — claro, 2 — médio, 3 — escuro.
Dentro de cada um destes números, há uma segundo, que é o tom da base, que vai escurecendo conforme o número aumenta. Portanto 1.0 é um tom porcelana, 1.2 é baunilha, e por aí fora.
MAS não acaba aqui: temos depois os subtons: para cada tom, temos o subtom: Y de Yellow (amarelo), N de Neutro, P de Pink (rosa), portanto terão de ver se o vosso subtom é mais frio (rosa), mais quente (amarelo), ou algo no meio (neutro).
Alguns tons têm o subtom YG (Yellow Golden) ou NS (Neutral Silver), que penso que serão ligeiramente luminescentes. Pelo que vi por aí, não se nota por aí além na pele, portanto interpretem o YG como Y, e o NS como N…

A título de exemplo, a base que uso neste vídeo é a 2.1 Y (estou bronzeada e auto-bronzeada), e provavelmente no inverno eu estaria mais perto do 1.2 Y ou 2.0 YG.
De qualquer das formas, pelo menos no caso da base Sérum, a pigmentação é suficientemente leve para não se notar grandes diferenças, a não ser que ponham camadões de base… O valor também é baixo o suficiente que pode aliviar o facto de se comprar mais do que uma cor.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s