Make up Reset

Ando a marinar nestes temas há que tempos, e arquitectei um plano que acho que conseguirei cumprir. Pasme-se, o mais difícil tem sido mesmo pôr os pensamentos todos num vídeo de introdução a esta nova “série”.

Neste vídeo falo-vos um bocadinho da minha perspectiva sobre o trajecto dos últimos anos da indústria da beleza – no caso, mais focada na maquilhagem – e como tem sido o impacto na minha vida (tanto como consumidora como como pessoa que tem um canal num canto esquecido da internet em que gosta de falar destas coisas).

No fundo, quero reacender o meu entusiasmo pela maquilhagem – que sinto que tenho perdido com o tempo e as circunstâncias –, e reorganizar-me mentalmente para dar mais prioridade ao que já tenho, e poder resistir com mais assertividade às investidas dos meus impulsos de comprar coisas à maluca. Sim, padeço, e há alturas em que me dá muitas alegrias, outras em que me causa frustração e ansiedade… quero conseguir distinguir as duas antes de gastar o dinheiro, e focar-me no gozo real de quando encontramos aquele achado inesperado, ou finalmente deitamos a unha àquele produto por que andámos a suspirar durante meses.

Portanto vou passar um pano na minha colecção: desfazer-me de muita coisa, mas também dar segundas oportunidades a alguns produtos que ainda me deixam na dúvida, e decantar vários produtos para paletas vazias/paletas magnéticas, para reduzir a ocupação de espaço das minhas gavetas, pondo-os mais “a jeito” na minha mente, fazendo com que não os esqueça num canto qualquer até já estarem impróprios para consumo.
A Teresa Cameira cunhou o termo “destralhar”, que não quero apropriar, mas acho que é óptimo para definir o cerne do que vou andar a fazer nos próximos tempos, tanto às gavetas como à cabeça.

Vai tomar o seu tempo, mas acho mesmo que consolidar a minha colecção vai ajudar-me muito a reequilibrar alguns aspectos desta vida de quem gosta de pintar a cara mas não vive intocada, alheia ou em negação relativamente aos problemas do consumismo.

Isto não quer dizer que vá deixar de comprar coisas novas – é ao mesmo tempo para não esquecer o quão preciosas são as coisas que já tenho, e para fazer compras mais acertadas, que me tragam mais gozo, que estou a fazer isto.

Para saberem mais, é acompanhar o canal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.