Huda Beauty Desert Dusk — 4 looks, uma paleta

andava tem-te-não-caias com esta paleta, havia para lá umas cores a chamar por mim, mas o preço…
devo dizer que não há arrependimentos, estou francamente bem impressionada: da combinação de cores e acabamentos — que vão de uns quantos neutros a uma macheia de quentes da moda, a uns toques de originalidade —, da qualidade de todas as sombras que se comportam como se espera de uma paleta de gama alta (excepto aquele glitter em que não quero sequer tocar porque vai desfazer-se todo na minha cara que EU SEI), temos aqui uma excelente paleta de “sair à noite”. sim, claro que se conseguem combinações simples e neutras mas, caramba, uma pessoa não vai arrotar para cima d’um dinheiro numa paleta com este esquema de cores para fazer “o do costume”… digo eu…

por isso, resolvi escalavrar os olhos todos e fazer quatro looks em que tento brincar com um bocadinho de todas as valências desta paleta. são 27 minutos de alta intensidade, meus amigos!

Continue reading “Huda Beauty Desert Dusk — 4 looks, uma paleta”

lábios escuros — tutorial de Outuno

cá está a minha abordagem a uma das minhas tendências clássicas de Outono preferidas. acho que é simples o suficiente para usar durante o dia, mas sofisticado quanto baste para usar num jantar à noite.

também é das coisinhas mais rápidas de fazer, portanto: impacto máximo, dificuldade mínima 😉

Continue reading “lábios escuros — tutorial de Outuno”

Cara de Outono — castanho grunge e rosa frio

tenho preparada uma série de tutoriais inspirados nas combinações de cores do inverno (algumas clássicas e intemporais, outras que seguem as tendências do momento).

começo com um look clássico de que gosto tanto, quando os cachecóis começam a aparecer. esqueçam lá que estão trinta graus, guardem o vídeo para quando as temperaturas baixarem.

Continue reading “Cara de Outono — castanho grunge e rosa frio”

um casamento em Setembro

fui maquilhar uma noiva (a mulher é doida, no dia mais fotografado da vida dela pediu-me a mim que a maquilhasse), e de lá segui para o casamento de uma pessoa que me é muito muito muito querida. tive de me preparar muitas horas antes, e aqui fica o registo (com dança contemporânea do auto-foco da máquina).

Continue reading “um casamento em Setembro”