terminados – pele e maquilhagem

let’s talk about trash, baby
let’s talk about my empties
let’s talk about all the good things and the bad things used by me 😉

usei (excepto um) tudo até à última gota e estou muito satisfeita. não vou voltar a comprar alguns só porque ou estou a usar outra coisa de momento, ou encontrei de alguma forma uma alternativa com que estou igualmente satisfeita.

ver produtos e links

maquilhagem . favoritos 2020

No ano passado não me pus a fazer pão de massa mãe, nem cheguei a fazer espargatas, e a maquilhagem também não me puxou para viagens criativas e artísticas como os miúdos e as suas aguarelas, com muita pena minha.

No entanto, ainda brinquei e descobri umas coisas giras, que acabaram por se tornar essenciais.
Cá estão.

mostra lá isso, então

o arsenal dos retoques

uma pessoa anda na fona dum lado para o outro, a saltar de estúdio em estúdio, e depois vai ali ensaiar e mais nananana… para se manter vagamente decente, a pessoa mantém uma pequena colecção de produtos (alguns bastante prosaicos) sempre à mão — seja no carro ou na mala.

e cá estão eles.

mais sobre os produtos

rotina de manhã quente

era para ser uma rotina editada e mais rápida, mas, olhando para a lista de produtos, isto parece um dia no Spa.
que dizer? eu gosto do meu ritual matinal (uma pessoa tem de se agarrar ao que pode quando não pode beber cafeína), estes produtos fazem os milagres possíveis à minha pele, e sim, de todos estes posso desde já dizer que há passos essenciais:
limpeza, ácido hialurónico, vitamina C e SPF. e talvez um óleo ou creme hidratante para dias/peles secos (altas ou baixas temperaturas, o que conta é a humidade do espaço onde vamos passar o dia).

*noutra nota espectacular, a marca Ole Henriksen desapareceu da face da Internet Europeia. procurei por todo o lado, em todos os sites que costumam vender a marca, e nada. é uma treta, e lamento, mas uma marca desaparecer assim do dia para a noite sem avisar uma pessoa… a pessoa depois não pode fazer nada…

Continue a ler “rotina de manhã quente”

fruta da época — tutorial acessível

é oficial: a Too Faced tirou-me todo o gozo de fazer paralelismos bucólicos com fruta e cores de maquilhagem. já não bastava a Dina.

mas aqui têm uma sugestão de combinação de cores leve e fresca para estes dias mais quentinhos.

Continue a ler “fruta da época — tutorial acessível”

maquilhagem preguiçosa — e um toque Parisiense

sabem aqueles dias em que não apetece andar de cara lavada, mas também não apetece encher a cara de betume e fazer escolhas e combinações de cores e pincéis? ao contrário do que possa parecer eu vivo uma boa parte da vida aí.
para aquelas alturas em que vou sair de casa por pouco tempo e quero “qualquer coisa” mas não me apetece pensar muito, é a este tipo de maquilhagem que normalmente recorro.

as imperfeições ainda espreitam, mas não me importo 😉

Continue a ler “maquilhagem preguiçosa — e um toque Parisiense”

pronta em 10 minutos — ultra-violeta

quantas vezes não abdicamos de brincar com cores porque olhamos para o relógio e… não dá tempo…?
ora pois que hoje tratei da minha pele e maquilhei-me — com glitter e tudo — em 11 minutos.

cara fresca, pintar com os dedos, produtos multifacetados… e sair porta fora.

Continue a ler “pronta em 10 minutos — ultra-violeta”

Trinny London — um conceito fora da norma

Vocês lembram-se do primeiro What not to wear que passou em Portugal? ANTES da Stacey e do Clinton, havia a Trinny e a Susannah!
Pois que a Trinny, conselheira de moda e beleza desde tempos imemoriais, resolveu lançar a sua própria marca de cosmética, e, ao contrário da maioria das marcas que por aí anda, tem mesmo um conceito novo para mostrar.

É um misto de simplicidade, versatilidade e… Legos! Acho que esta linha e o seu conceito podem vir a apelar a muita gente…

Podem encontrar esta linha em trinnylondon.com, e saber das últimas no Instagram. Link directo para o sistema Match2Me.

A própria da Trinny faz os seus directos no Facebook e é presença assídua no Instagram.

O podcast que mencionei é The Emma Guns Show. Vale a pena ouvir, uma vez que a Emma é uma excelente entrevistadora e tem sempre convidados interessantes. Os temas rondam a beleza, o bem-estar e o cuidado pessoal, sem entrar no cliché do “livro de auto-ajuda”.