Innisfree . primeiras impressões

depois da saga de espera e papéis na alfândega, mergulhei de cabeça no pequeno caixote cheio de produtos de beleza coreanos e aqui está a experiência em primeira mão.

uns dias passados depois destas primeiras impressões, já posso tirar mais algumas conclusões — dando o desconto, em algumas situações, de que esta é uma marca muito barata (o site está em dólares… pois):

continuo fã do protector solar, é hidratante mas é absorvido pela pele em minutos e funciona muito bem por baixo da maquilhagem. não deixa qualquer resíduo oleoso, o que é um alívio, mas também não seca a pele. e é daqueles que vou usar se for à praia, sem dúvida.

as bases cushion, à semelhança dos BB Creams asiáticos, têm muito mais densidade e cobertura do que os ocidentais. cor à parte (vou reservá-las mais para o inverno, uma vez que, dada a minha cor actual, não dá para retocar rapidamente durante o dia), posso dizer que a Long Wearing é menos hidratante, por isso pode haver alguns resíduos agarrados a pele seca ou a algumas rugas ao fim do dia, enquanto que a Ampoule Intense é um pouco mais hidratante e tem um acabamento mais sedoso — portanto mais apropriado a quem tem mais textura ou pele mais seca. Ambas alegam ter efeitos de tratamento a longo prazo, mas quanto a isso já não posso comentar.

o pó solto No Sebum é uma excelente versão dos pós HD caríssimos que por aí andam no que toca a esbater a aparência dos poros, por uma fracção do preço, e é  um pouco mais duradouro do que os outros no que toca a absorção de óleos. não sei se é só comigo, mas normalmente os pós HD ficam muito bonitos na pele durante um par de horas, mas depois o óleo da pele derrete-os e desaparecem — este também acabou por desaparecer, mas durou bastante mais.

o blush mineral (não está disponível no site, neste momento, mas deve voltar), confesso, não voltei a usar, porque de facto na minha pele não se vê cor nenhuma e aquele efeito de aumentar os poros e se agarrar às texturas da pele dá-me arrepios. para quem tenha a pele das bochechas suave e um tom de pele muito claro, pode ser uma boa compra, porque tem um brilho acetinado suave, quase quase como um iluminador subtil. fiquei curiosa com os blushes em creme da marca (andei a ver no Google)… mas se calhar acabam por ser uma desilusão, não faço ideia.

o rímel Micromara Waterproof aguentou-se sem esborratar com suor num dia muito longo, logo está mais do que aprovado. como gosto das pestanas mais densas em cima, vou usá-lo bastante nas pestanas inferiores, especialmente no verão.

os Eco Fruit Lip Tints, ultrapassando o cheiro e sabor (que desaparecem ao fim de uns minutos), deixam os lábios com um aspecto tingido muito bonito sem manchas — como se tivéssemos estado a comer cerejas —, e sem desidratar a boca. são um encanto.

as máscaras de tratamento ainda precisam de mais rodagem. não notei nenhuma diferença radical ao primeiro uso com as duas que experimentei (collagen e peptides, falta-me a de branqueamento), mas pode ser que note algumas mudanças a longo prazo. nem todas são como a Pumpkin Enzyme Mask do Peter Thomas Roth 😉

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s