tratamento clínico da hiperpigmentação, vol-1

Olá, coisas boas! Tinha saudades de escrever para vocês os três…

Estou a aproveitar um oportuno hiato em que o meu acne está praticamente inactivo para tratar da minha hiperpigmentação – que me acompanha graças a décadas de acne e, sim, má protecção solar nos meus verdes anos.

Fui à Skin Life Beauty Clinic – uma clínica de tratamentos de rosto liderada pela Dra. Ana Cristina Santos Silva.
A Skin Life também tem um SPA – mais dedicado a tratamentos faciais daqueles que sabem bem, e massagens –, e duas boutiques de cosmética e maquilhagem no centro de Lisboa.

Como já há muitos anos que comecei a tratar bem da minha pele, expondo-a aos melhores activos a que consigo deitar a mão, um peeling clássico não ia fazer grande diferença, por isso optámos por uma combinação de Microneedling e terapia Laser (esta última começaremos quando o sol não estiver tão forte. Para já seria contraproducente).

o que é microneedling?

como o nome indica, é uma máquina – tipo uma caneta larga – com muitas agulhas muito pequeninas (daí o MICRO needling) que basicamente fazem furinhos microscópicos na pele para estimular o fluxo sanguíneo e a regeneração da pele (a pele, ao ser “ferida”, manda sinais a dizer que precisa que lhe mandem daqueles ingredientes bons que ajudam à reparação de danos) e, se pusermos algum produto na pele, as agulhas ajudam a empurrá-lo e a penetrar mais profundamente, onde normalmente teria dificuldades em chegar.
No meu caso, a Dra. Ana Cristina usou Ácido Tranexâmico que, apesar de, tanto quanto percebi, precisar de estudos mais aprofundados, tem demonstrado resultados promissores no tratamento de hiperpigmentação grave, como melasma.

como é o processo?

A Dra. Ana Cristina aplicou o ácido em pequenas secções da minha pele e a seguir passou com a máquina de microneedling para o fazer penetrar mais profundamente.
Surpreendentemente o ácido não arde, de todo, parece só que nos estão a pôr água na cara.
A sensação do Microneedling é como se nos estivessem a lixar a pele com papel de lixa fino. Não é indolor (especialmente, para mim, à volta dos olhos e debaixo do queixo), mas é perfeitamente tolerável.

fizeram mais alguma coisa?

Sim… como tenho manchas bastante arreigadas (algumas estão na minha cara há mais de uma década), também tivemos de injectar o ácido (com uma agulha de botox) directamente nalgumas manchas.
Principalmente nos sulcos debaixo dos olhos (onde a hiperpigmentação faz ainda mais sombra e me faz parecer ainda mais cansada constantemente), nas bochechas e no queixo.

A minha bochecha esquerda estava particularmente mal, porque é do lado que recebe o sol quando estou a conduzir – coisa que faço desde os 18 anos, sendo que sempre morei longe de onde tinha de estar e depois a minha carreira fez com que eu tivesse de andar de um lado para o outro durante o dia.
Se agora (e há já uns anos) sei que tenho de usar SPF como deve ser todos os dias da vida, não foi o que fiz (nem era coisa de que se falasse) na primeira metade da minha “adultice”. Usar protector solar era só quando se ia à praia, se não nos queimássemos era sinal de podíamos estar a torrar à vontade, e se não tivéssemos tendência para nos queimarmos podíamos usar SPF 12… não é?

No meu queixo o problema não foi tanto a hiperpigmentação mas tecido cicatrizado que se foi formando devido ao acne hormonal em catadupa que sempre infernizou aquela zona. Ainda uma borbulha não tinha sarado já estava outra a aparecer. Acabaram por se formar ali umas zonas de tecido mais espesso que, sim, quando levei as injecções, ali doeu um bocado. Ainda suportável mas, raios partam, que irritante…

A minha testa estava praticamente sem danos porque… uso franja há 14 anos e a franja mantém a minha testa à sombra o tempo todo.

Se isto não é um anúncio para o pessoal atinar e começar a usar protector solar como deve ser, não sei o que seja.

Ao todo estive lá pouco mais de uma hora, e fui tratada como uma flor preciosa. Não podia ter gostado mais da experiência.

houve sequelas mais complicadas?

Depois do Microneedling e injecções, recebi uma massagem facial deliciosa. O creme da massagem ardeu um bocado, mas era de esperar, uma vez que a minha pele estava extremamente sensível do tratamento.

A minha cara ficou bastante vermelha e um bocadinho sensível ao toque durante cerca de 2 horas depois do tratamento, e depois começou a acalmar. Fiz o tratamento ao fim do dia e na manhã seguinte já não tinha vermelhidão nenhuma, só ficaram umas pequenas nódoas negras nas zona das injecções debaixo dos olhos, o que era absolutamente de esperar. As nódoas negras foram desaparecendo ao longo da semana.

Decidi, na semana depois do tratamento, não usar ácidos esfoliantes (costumo usar ácido láctico duas vezes por semana). Continuei com a vitamina C e retinol, sem quaisquer problemas.
Só trazia a recomendação de não falhar na aplicação constante de SPF, mas isso para mim não é novidade.

conclusões finais

Vou fazer este tratamento (intercalado com laser) a cada 4 a 6 semanas. É de esperar que os efeitos cumulativos dos tratamentos tragam resultados bastante dramáticos e de longa duração.
Ainda assim, mesmo a curto-prazo, supostamente vou começar já a notar diferenças.
Esperemos que sim!

O tratamento custou 200€ (não sei se o laser é mais caro)

Confesso que não quero mandar foguetes antes da festa, e sei que isto é uma maratona e não um sprint, mas tenho grandes expectativas e estou a torcer para que isto funcione para mim.

Começar finalmente a fazer tratamentos de pele em clínica era uma das promessas que me fiz este ano, e sabe bem estar finalmente a começar a cumpri-las ainda que devagarinho :))

É tudo, por agora. A ver como corre.
Quaisquer dúvidas, não hesitem em perguntar!

2 opiniões sobre “tratamento clínico da hiperpigmentação, vol-1”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.